Corinthians e Petrobrás selam acordo por Estádio



O clube paulista assumiu os custos de R$ 10 milhões da remoção dos dutos de petróleo que passam pelo terreno onde está sendo construído o Itaquerão

O Corinthians selou acordo com a Transpetro – subsidiária da Petrobras – no qual assume os custos e responsabilidades pela remoção e nova instalação dos dutos de petróleo que passam pelo terreno onde está sendo erguido o futuro estádio que vai sediar a Copa do Mundo, em Itaquera.

No acordo, além da remoção dos dutos usados para transporte de óleo combustível, o clube também arcará com a transferência dos cabos de fibra ótica de propriedade da Petrobras. O total a ser gasto pelo Corinthians em todo o procedimento está estimado em R$ 10 milhões.

O material removido será entregue à Transpetro. Ficou acertado que o Corinthians e a empresa SACS – Construtora e Montagens Ltda., contratada para fazer a remoção, deverão seguir as regras estabelecidas nas licenças dos órgãos públicos ambientais.

O Corinthians se responsabiliza pelos danos ou prejuízos causados durante as obras a terceiros e à Transpetro. As responsabilidades civil, administrativa e penal por malefícios à saúde, à segurança pública e ao meio ambiente serão atribuídas unicamente ao clube.

O custo a ser pago à Transpetro é estimado em R$ 130 mil. O valor deve ser quitado em parcelas até o final do trabalho de remoção. O Ministério Público Federal afirmou que o acordo traz segurança para quem trabalha na obra e para o próprio empreendimento.

“Com o acordo, além de preservado o patrimônio da Transpetro, está prevista a responsabilização contra eventuais danos ocasionados em razão da operação de remoção e realocação dos dutos - e quem ganha com isso é a sociedade” afirmou o procurador da República José Roberto Pimenta de Oliveira.

A Odebrecht estendeu o turno de trabalho das obras do estádio localizado na Zona Leste de São Paulo. Os trabalhos, que antes ocorriam entre 7h e 17h, passaram a contar com um turno noturno, das 13h às 23h. Com isso, a obra passou a contar com um total de 680 operários.



Fonte: http://www.brasil247.com/