Corinthians finaliza compra de dutos para estádio em Itaquera



C orinthians finalizou a compra de todos os dutos que serão utilizados para remanejar a tubulação da Petrobras que passa sob o terreno onde será erguido o estádio da abertura da Copa do Mundo de 2014, em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo.

Mais 92 tubos de 22 polegadas foram arrematados por cerca de R$ 650 mil pela SACS, empresa subcontratada para fazer o serviço. A expectativa é que as novas peças cheguem ao canteiro nesta sexta. Até então, os operários trabalham com 84 unidades de 24 polegadas.

O remanejamento foi iniciado em novembro e, de acordo com a Odebrecht, construtora responsável pela edificação, a operação deve ser finalizada, no máximo, até o dia 15. Só depois de feita a instalação dos novos tubos é que o material antigo poderá ser removido. A partir daí, a fundação na parte oeste do local será possível.

Segundo Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians e principal responsável pelas negociações que envolvem a arena, toda a remoção custará cerca de R$ 10 milhões. Neste valor estão contabilizados o preço total dos utensílios, a mão de obra e a assistência prestada pela Transpetro, braço de logística da Petrobras. O time alvinegro arcará com esses custos.

O orçamento total da obra gira em torno de R$ 820 milhões, sendo que R$ 420 milhões serão obtidos por incentivos fiscais da Prefeitura, e o restante com financiamento do BNDES. Para bancar esse empréstimo, o clube espera negociar o nome do estádio por R$ 400 milhões - o anúncio da marca será feito no início de 2012, segundo o ex-presidente Andrés Sanchez, agora licenciado.

Com capacidade para 48 mil pessoas, o estádio contará com 20 mil lugares provisórios para receber a abertura da Copa de 2014. A obra deve ser finalizada no fim de 2013.

Arena já tem os primeiros lugares
Quase sete meses depois do início das obras em Itaquera, o terreno recebeu as primeiras arquibancadas, localizadas no edifício leste, setor onde a edificação está mais avançada.

De acordo com a Odebrecht, construtora responsável pela obra, todas as vigas das arquibancadas são feitas com peças pré-moldadas de concreto, que são fabricadas no próprio canteiro da Zona Leste de São Paulo.

Até o momento, 2.315 estacas já foram cravadas, 448 blocos foram executados e 32 vigas jacaré estão instaladas no local. Segundo o clube do Parque São Jorge, mais de 900 empregos foram gerados por meio da construção do tão sonhado estádio corintiano, que receberá a abertura da Copa de 2014.

Na última quarta, a Odebrecht organizou uma confraternização para os funcionários no terreno. De bermuda e chinelos, o ex-presidente Andrés Sanchez prestigiou o evento.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/